Occa promove debate sobre formação acadêmica em Gastronomia

22 de agosto de 2017

Share

Sala de cozinha prática da Unichristus

Quais são os nossos desafios e oportunidades como docentes e alunos no fortalecimento do papel da formação acadêmica em Gastronomia diante do que o mercado de trabalho realmente espera e necessita?

Esse é o cerne do debate que o Observatório Cearense da Cultura Alimentar (Occa) está promovendo com as instituições de ensino em Gastronomia cearenses, no Espaço Cultural do jornal O Povo. O Ciclo de Debates Formação em Gastronomia, que conta também com apoio da Associação Cearense dos Chefes de Cozinha (ACC), tem o objetivo de discutir demandas, dificuldades e objetivos dos cursos de Gastronomia frente às mudanças do mercado.

Serão três encontros ao todo e o primeiro aconteceu na última quinta-feira, reunindo coordenadores dos cursos de gastronomia da Fateci e Unichristus, Thalma Escócia e Samira Lodi, além do chef de cozinha Luciano Ferreira, presidente da ACC. O próximo será nesta quinta (24), de 9h às 11h30, desta vez com representantes dos cursos de gastronomia da Universidade Federal do Ceará (UFC) e do Instituto Federal do Ceará (IFCE) e ainda da chef de cozinha e pesquisadora Nilza Mendonça, do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac)

O debate é aberto a estudantes de gastronomia e áreas afins, assim como ao público em geral, e não requer inscrição prévia.

Ciclo de Debates Formação em Gastronomia: desafios, reflexões e propostas

Quando: 17, 24 e 31 de agosto

Dia 24: de 9h às 11h30

Dia 31: De 15h30 às 17h30

Local: Espaço Cultural do Jornal O Povo – Av. Aguanambi 282 Fortaleza

Comentários

Comentários

Jornalista especializada em Gastronomia. Gosta de comer de tudo. As boas experiências conta aqui, as ruins só pessoalmente. Além do blog, é assessora de comunicação e marketing digital e editora do caderno Sabor (jornal Diário do Nordeste).