Livro de estreia da jornalista Kelly Garcia faz homenagem à Fortaleza

Cidades Invisíveis está em pré-venda na plataforma de financiamento coletivo Catarse até o dia 12 de junho

Em um tempo longo de confinamento, em que todos estamos mais reclusos, é normal sentir saudade, seja de sentir a brisa do mar, visitar as pessoas ou mesmo das lembranças do que já vivenciamos. Com esse sentimento de saudade, a jornalista teceu 23 crônicas que versam sobre a Fortaleza.

Voltando às suas memórias da cidade nos anos 1990 e 2000, ou mesmo visitando as de outras pessoas, Kelly Garcia “flana” pela capital cearense, percorrendo locais queridos para muita gente, como a Ponte dos Ingleses, o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, o Cine São Luis, o Centro Cultural Banco do Nordeste, o Montese, a Barra do Ceará. a Estação João Felipe e também outros lugares que só estão nas fotografias porque não existem mais, como o Castelo do Plácido, presente do capitalista Plácido de Carvalho para a sua esposa italiana Pierina Rossi, derrubado em 1974.

A obra está em financiamento coletivo na plataforma Catarse até o dia 12 de junho. Aderindo à iniciativa, os leitores poderão adquirir o exemplar antes mesmo de ele ser impresso em um dos kits disponíveis.

A depender do valor da contribuição, será disponibilizado livro físico autografado, a versão digital dele, marcador de página, caderneta com a capa do livro, cartões postais com as ilustrações e uma ecobag com uma ilustração exclusiva do artista plástico Vando Figueiredo.

Para a jornalista, Fortaleza é uma cidade desapegada de sua história. Mas, mesmo assim, não deixa de nos marcar pelas suas edificações, seus cheiros, suas cores, suas vozes. A cidade pulsa, dinâmica, sempre se modificando. E muito dela, só vai permanecer mesmo na memória de quem nela viveu. O livro Cidades Invisíveis é um projeto que surgiu dessas saudades, dessas fotografias que se desvanecem, desse desejo de se apropriar e ressignificar a cidade, como um presente no dia do aniversário de Fortaleza, quando foi lançado o projeto no Catarse.

Sobre o Livro
Cidades Invisíveis é um projeto onde a cidade de Fortaleza é a grande protagonista. São 23 crônicas, nas quais não há um único tema. A história, a lembrança e a saudade permeiam os textos que trazem as memórias da autora, dos anos 1990 até o presente e de outros personagens que a autora encontrou nos livros, nos telefonemas e nas andanças como repórter de cotidiano e da coluna social por mais de dez anos. 

Cada leitor vai poder se identificar nessas memórias, presentes em muitos dos que conhecem e viveram na capital cearense, seja hoje ou mesmo há mais de 50 anos, porque a autora também visita as memórias de personalidades marcantes como Marciano Lopes, Milton Dias e outros cronistas que descreveram Fortaleza em outros tempos. O livro faz um passeio pelo Centro, a Praia de Iracema, a Aldeota, o Benfica, o Alagadiço, o Otávio Bonfim, o Mucuripe e pinta um quadro na imaginação dos leitores, o que reforça essa saudade que permanece em todos que conhecem a cidade, especialmente em um tempo tão singular, como é esse da pandemia.

PROJETO GRÁFICO
Com capa do designer Sérgio Ricardo, o livro trará quatro aquarelas do artista plástico Vando Figueiredo, presente também na capa do livro e nos brindes para quem apoiar a campanha de financiamento coletivo

A AUTORA
Kelly Garcia é paulistana de nascimento, mas mora no Ceará desde a infância. Jornalista por formação, concluiu o curso de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo na Universidade Federal do Ceará (UFC). Trabalhou como repórter do jornal Diário do Nordeste, com passagens pelas editorias de Cidade, Entretenimento e Coluna Social. Também colaborou para os blogs Diarinho e fundou o blog Sopa de Livros no mesmo veículo de comunicação, assim como o blog Duas Estantes, de forma independente. Atua hoje como editora e colaboradora do site Salete em Sociedade, onde assina a coluna semanal de crônicas com suas memórias sobre a cidade de Fortaleza e outros lugares, a partir da qual desenvolveu e construiu o livro de crônicas Cidades Invisíveis.

Jornalista Kelly Garcia

O ILUSTRADOR
Vando Figueiredo é desenhista, pintor, gravador e escultor, com exposições e premiações no Brasil e exterior. Em 1988, inicia sua carreira no XIII Salão da Unifor Plástica, Fortaleza – CE. Diplomado em desenho e pintura, através de curso ministrado por Raul de La Nuez, licenciado pelo Instituto Superior de Arte de Havana-Cuba. No exterior, expôs no Chile, Estados Unidos,  Portugal,  Espanha,  França, Itália, Dinamarca e Polônia. Em 2010, participou do 18º Internacional Workshop – Forenigen Kulturremisem, em Brande –Dinamarca; Em 2013, 2014, 2015, 2017, e 2019, participa do Workshop Visual  and  Artísts Meeting in  Marianowo  – Polônia. Em 2018, participa do 2° SIAC – Simpósio de Arte Contemporânea de Guarda – Portugal. Tem obras em acervos de museus, em coleções públicas e privadas no Brasil e no exterior.

PARTICIPANTES DO PROJETO
Livro: Kelly Garcia
Ilustrações: Vando Figueiredo
Orelha: Bruno Paulino
Quarta Capa: Vanessa Passos
Apresentação: Raymundo Netto

COMO APOIAR
Apoiar uma campanha é muito simples e seguro:
1. Escolha a recompensa de sua preferência;
2. Clique em apoiar e siga os passos do Catarse (cadastro, cadastro de endereço e pagamento);
3. Você já está participando e só precisa aguardar a(s) recompensa(s) chegar(em) em sua casa na data prevista;

Serviço
Pré-venda do  livro “Cidades Invisíveis”, da jornalista e escritora Kelly Garcia
Até o dia 12 de junho no link: https://www.catarse.me/cidadesinvisiveis

Comentários

Comentários

Latest articles

Related articles