Escola de Gastronomia Social realiza Aula Inaugural com João Diamante

2
1468

Nesta quinta-feira (27), a partir das 18h, serão oficialmente iniciadas as atividades da Escola de Gastronomia Social Ivens Dias Branco, no Mucuripe. João Diamante, criador do Projeto de Gastronomia Social Diamantes na Cozinha ministrará a aula inaugural, ocasião em que discutirá o tema “Cultura Alimentar e Gastronomia Social”, além de compartilhar com os interessados sua trajetória. Antes de se dedicar integralmente às causas sociais, Diamante passou por renomados restaurantes, como o Le Junes Verne, da Torre Eiffel, em Paris. Além da palestra, os presentes também participarão de visita guiada. O evento gratuito será voltado para alunos matriculados, autoridades e colaboradores.

Escola de Gastronomia Social. Foto: Divulgação Escola de Gastronomia.

Na sexta-feira (28), das 9h às 12h e das 13h às 17h, os alunos matriculados serão também contemplados com serviços de saúde e oficinas que visam orientar o grupo sobre normas e boas práticas indispensáveis a profissionais que trabalham com manipulação de alimentos. As ações contam com apoio do Departamento de Enfermagem da Universidade Federal do Ceará e as oficinas serão ministradas pela professora Elisângela Teixeira, da UFC.

Os selecionados são preferencialmente jovens entre 17 e 29 anos, egressos de escola pública, que não estão estudando nem trabalhando, mas que estão buscando qualificação. Os 160 alunos integram as turmas dos cursos profissionalizantes nas áreas de panificação, confeitaria e cozinha fundamental, cujas inscrições ocorreram em agosto e resultado divulgado em setembro. As aulas serão iniciadas na próxima segunda-feira, dia 1° de outubro.

Selene Penaforte, superintendente da Escola de Gastronomia Social Ivens Dias Branco, afirma que além de qualificar para o mercado de trabalho, a Escola objetiva disponibilizar o domínio de uma linguagem que favoreça sua mobilidade social. Paulo Linhares, presidente do Instituto Dragão do Mar, frisa que o Ceará sempre se destacou com uma mão de obra autodidata, basta ver os mais relevantes restaurantes do Rio de Janeiro e de São Paulo, que empregam muitos profissionais cearenses.

João Diamante

João Diamante é protagonista de uma bela história de superação. Hoje com 27 anos, o chef nasceu na Bahia e foi criado na Divinéia, no Complexo do Andaraí (RJ). Aos 7 anos já assava pães, às escondidas, em uma padaria perto de casa. Após completar os estudos básicos, o jovem chef conseguiu servir na Marinha e lá conheceu uma cozinha industrial pela primeira vez. No quartel, trabalhou como ajudante de cozinheiro e teve o talento gastronômico reconhecido por comandantes e autoridades públicas. Decidido a se especializar no assunto, João fez um curso técnico em Nutrição e com bastante esforço se formou na faculdade de Gastronomia da Estácio de Sá/Alain Ducasse.

Chef João Diamante. Foto: Fernando Rosenthal.

Após passar pela cozinha do Iate Clube do Rio de Janeiro, João foi selecionado, entre estudantes de todo o Brasil, para um estágio no Le Junes Verne, o restaurante da Torre Eiffel, em Paris. Mesmo sem dominar o idioma francês, João voltou a se destacar e seu trabalho despertou curiosidade até no lendário chef Alain Ducasse. Focado em seguir seu sonho no Brasil, o baiano declinou a proposta de estágio feita pessoalmente pelo cozinheiro francês e imediatamente decidiu criar seu projeto social Diamantes na Cozinha, no bairro do Méier, também no Rio.

Após cozinhar nos Jogos Olímpicos de 2016, ao lado de nomes como Flávia Quaresma e Alain Ducasse, João foi chef executivo do Fazenda Culinária, o restaurante do Museu do Amanhã por dois anos. Nesse período, João foi premiado com o título de “Chef Revelação pelo Prêmio Infood de Gastronomia”, em 2017. Em agosto de 2018, João decidiu se dedicar integralmente ao projeto social Diamantes na Cozinha e à divulgação das melhores propostas técnicas e pedagógicas da gastronomia brasileira.

Em virtude de sua história e atuação com o projeto Diamantes na Cozinha, João foi chamado pela produtora cultural Danusa Carvalho e o rapper Flávio Renegado, idealizadores do Circuito Gastronômico de Favelas, para ser o Embaixador Gastronômico dos circuitos em Belém, Brasília, São Paulo, Salvador, Trancoso, Belo Horizonte e futuramente no Rio de Janeiro.

Comentários

Comentários

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui