Beber chá pode reduzir os riscos de doenças cardíacas e derrames

0
968

Uma pesquisa publicada no periódico “European Journal of Preventive Cardiology”, da Sociedade Europeia de Cardiologia, revela que beber chá ao menos três vezes por semana reduz em 20% o riscos de infarte do coração e derrame, e em 22% a chance de morte por estas doenças. O estudo seguiu por 7 anos mais de 100 mil pessoas na China, local onde o consumo de chá é comum.

Foto: Divulgação

O estudo ainda explica que a ingestão rotineira é necessária devido à rápida passagem dos principais bioativos do chá no organismo. Assim, seria necessária uma ingestão frenquente para manter um efeito cardioprotetor, de pelo menos três vezes por semana.

De acordo com a endocrinologista Ana Flávia Torquato, o chá verde, feito da folha da planta Camellia sinensis, é o tipo de chá mais associado a benefícios para a saúde cardiovascular de acordo com o estudo. O efeito protetor pode ser secundário às catequinas e flavonoides presentes na Camellia, que poderiam reduzir o stress oxidativo, a inflamação, melhorar a circulação e reduzir a formação de placas nas artérias.

O Brasil desenvolveu um interesse crescente por chás especiais ou gourmets. Essa busca também é consequência do interesse das pessoas em ter mais qualidade vida e estarem priorizando a saúde e bem estar. Essa nova tendência, trás resultados positivos para o mercado de chás. A Tea Shop é um exemplo de empreendedorismo no mundo dos chás, oferecendo atualmente, cerca de 130 opções da bebida.

A marca pertence a maior rede de franquias de chás gourmets do Brasil e da Espanha. A bebida é desenvolvida em laboratórios europeus e com selos de qualidade que atestam boas práticas sustentáveis no desenvolvimento dos produtos.

Comentários

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui