Restaurante Mangostin oferece expedição gastronômica asiática

2
11332

O restaurante Mangostin acaba de lançar uma experiência gastronômica que revela os segredos e sabores da culinária asiática. Precursor do conceito Pan Asia em Fortaleza, o espaço gastronômico do Hotel Gran Marquise preparou um Menu Degustação especial para quem deseja conhecer as delícias e mistérios de 4 países diferentes da Ásia.

Gunga Shake. Foto: Divulgação Mangostin

O gerente de alimentos e bebidas do Hotel, Paulo Cézar, ressalta a diversidade e qualidade da proposta. “Nosso cardápio apresenta a China, Coreia, Tailândia e Japão de uma maneira farta e diversa. Mas sentia falta de uma proposta que o nosso cliente pudesse vir atém o Mangostin e sair daqui com a experiência de perceber e vivenciar os ricos sabores destes países. Penso que chegamos na fórmula ideal. Os itens do Menu são fantásticos”, declara.

O chef do Mangostin, Raimundo Castro, que atua há 25 anos no Gran Marquise e formulou o conceito Pan Asia em 2008, ressalta os pratos escolhidos no Menu. “A experiência começa pela China através do tradicional Harumaki, passeia pelo Japão entre um instigante Chumaki e a densidade provocada pelas lâminas de polvo, realça o sabor com a picanha apimentada dos coreanos, mergulha no molho de tamarindo do macarrão de arroz tailandês e volta ao Japão para fechar o Menu na lichia em calda com sorvete. Definitivamente uma jornada pela Ásia”, atesta.

Picanha Chili. Foto: Divulgação Mangostin

CARACTERÍSTICAS

CHINA Uma das cozinhas mais ricas do mundo em virtude da variedade de ingredientes e modos de confecção. Sabe tirar proveito da inventividade e da versatilidade. Busca a harmonia entre sabores básicos: doce, salgado, azedo e amargo. Possuidora de sutis técnicas de preparo, é uma das culinárias mais sofisticadas do mundo.        

CORÉIA Culinária com personalidade própria e que prima pelas combinações de sabores. Autêntica e rica, é cheia de peculiaridades gastronômicas. Culinária que carrega na pimenta, na mesa coreana não pode faltar três cores: o branco (arroz), o vermelho (pimenta) e o verde (verduras).        

JAPÃO A presença do arroz branco é marcante e todos os outros pratos servidos durante a refeição são acompanhamentos deste. O macarrão originário da China é presença constante na culinária japonesa e os frutos do mar também são ingredientes fundamentais das receitas da ilha.   

TAILÂNDIA Leve, fresca e tradicionalmente temperada com pimenta e ervas aromáticas. Cheia de contrastes de cor e textura, a culinária tailandesa espanta pela diversidade e equilíbrio básico entre temperos e ingredientes.    

Menu completo:

Harumaki: mini rolinho de frango, legumes e molho agridoce de pimenta (2 peças)

Sushi de Atum: atum com flor de sal e azeite trufado (2 unidades)   

Gunga Shake: queijo brie com salmão maçaricado e geléia de pimenta ao molho tare (1 unidade)

Chumaki: salmão maçaricado com recheio de camarão e cream cheese (2 unidades)  

Sashimi de Polvo: lâminas de polvo com azeite trufado (3 unidades)

Pad Thai: mini porção de macarrão de arroz com legumes, tofu, camarão e amendoim ao molho de tamarindo

Picanha Chili: mini porção de picanha em tranche com kimichi e massa de arros

Lichia em Calda de Sorvete

Lichia em calda de sorvete. Foto: Divulgação Mangostin

Serviço:

Quando: Todas as terças e quartas

Horário: de 19h às 0h

Quanto: R$ 89,00 + 10%

Comentários

Comentários

2 COMENTÁRIOS

  1. Eu entendo a proposta e é de fato interessante. Mas quando alguém mergulha em uma “pan cultura” devia fazer o trabalho de casa e respeitar as culturas originais, mesmo com a criatividade gastronómica que se aceita.
    Exemplos:
    1) “harumaki” é uma palavra JAPONESA, então dizer que da CHINA apresentam o “TRADICIONAL harumaki” não faz sentido.
    2) a lichia vem de uma árvore tropical, e cultIvada originalmente na CHINA, espalhando-se pelo Sudeste Asiático (do qual o Japão NÃO faz parte!). Então a sobremesa com certeza não regressa ao Japão!

    Ou seja, pegam em 4 países asiáticos reconhecidos pelo público e atiram moeda ao ar para tribuir os pratos.
    A culinária devia ser uma porta de entrada nas culturas internacionais, mas assim serve só como marketing barato com a desculpa de que “eles são todos iguais”.
    Conselho: melhor dizer que é cozinha de inspiração asiática e pronto.

    • Olá Nuno, certamente o menu é de inspiração asiática. Você tem toda razão. Mas, gostaria de falar sobre os pontos que você mencionou:

      Sobre o harumaki, apesar do nome japonês e de ter se popularizado junto com a comida japonesa, a origem do preparo é chinesa.

      A lichia é cultivada originalmente na China sim, mas o uso da gastronomia se estabeleceu no Japão. Hoje, até aqui no Brasil já se planta lichia também. A volta ao Japão citada é mais pelo uso que é feito, do que pela origem de plantação do fruto em si.

      Obrigada pelo seu comentário. Volte sempre. bjo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui