Escola de Gastronomia Social Ivens Dias Branco apresenta resultados da primeira edição dos Laboratórios de Criação

0
1151
Foto: divulgação/https://www.facebook.com/pg/escolagastronomiasocial

A Escola de Gastronomia Social Ivens Dias Branco realizou, na última terça-feira (29), a cerimônia festiva de lançamento dos resultados dos Laboratórios de Criação. Os alunos selecionados apresentaram a profissionais e pesquisadores da área os produtos desenvolvidos ao longo dos projetos.

Foto: divulgação/https://www.facebook.com/pg/escolagastronomiasocial

Ana Parente e sua mentora Gabi Mahamud apresentaram a farinha de jaca. Antonio Junior e seu mentor André Luiz apresentaram a farinha de fava. Janderson Pinheiro e seu mentor Alex Duarte apresentaram o levain de coco. E Rafaela Medeiros e seu mentor Thiago de Andrade apresentaram o leite de pedra (leite de coco com melaço). E a partir desses produtos foram preparadas 11 variações de receitas durante o evento, entre salgados e doces surpreendentes. O resultado dos processos foi registrado em vídeo e livro que em breve serão lançados e disponibilizados para o público.

“Os Laboratórios de Criação constituem-se numa experiência inédita e de lançamento exclusivo. Investigação, (trans)formação e criatividade protagonizam um encontro potente no centro de pensamento que conhecemos por Escola de Gastronomia Social Ivens Dias Branco. Aqui, memória, ciência e afeto nutrem pesquisadores dedicados à confeitaria e panificação. Insumos e utensílios do nosso Estado não faltam em receitas especiais de processos e produtos gastronômicos da cultura local. Com total apoio institucional, estudantes e respectivos mentores expandem o repertório das políticas públicas do Instituto Dragão do Mar, numa Gastronomia Social que fortalece a expertise de mais de vinte anos de ações, projetos e programas voltados ao desenvolvimento humano e à inclusão cultural”, destaca Flávia Castelo, diretora de gastronomia, esporte e conhecimento do Instituto Dragão do Mar.

Segundo Selene Penaforte, superintendente da Escola de Gastronomia Social Ivens Dias Branco, a iniciativa é pioneira e dá visibilidade ao grande potencial da cultura alimentar do Ceará. De acordo com a coordenadora dos Laboratórios de Criação, Lina Luz, os Laboratórios fomentam a inovação de processos e produtos da e para a nossa gastronomia, na medida em que apresentam novos usos para insumos tradicionais do Ceará, tais como o coco, o melaço, a fava e a jaca.

Sobre os Laboratórios de Criação

Alunos e mentores
Foto: divulgação/https://www.facebook.com/pg/escolagastronomiasocial

 Iniciativa inspirada na experiência da Porto Iracema das Artes, Escola de criação e formação ligada ao Instituto Dragão do Mar e à Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, se constitui em espaços para experimentação, pesquisa e desenvolvimento de projetos a partir da imersão em processos formativos desenvolvidos em torno das propostas previamente selecionadas, sob a qualificação e o acompanhamento de mentores, por meio de orientações individuais, oficinas, palestras e masterclasses.

 No dia 15 de outubro de 2018, a Escola de Gastronomia Social lançou, no site do Dragão do Mar, edital para os Laboratórios de Criação, que recebeu projetos em panificação e confeitaria para serem desenvolvidos com o apoio do corpo de profissionais da instituição e de mentores convidados entre grandes nomes da gastronomia nacional. Durante a elaboração do Edital, a Escola contou com a parceria de renomadas chefs e pesquisadoras da área, nomes destacados como Neiva Terceiro (Neiva Terceiro Padaria Artesanal), Vani Pedrosa (coordenadora do Projeto Primórdios da Cozinha Mineira do SENAC), Joanna Martins (Manioca), Gabriela Franzoi (coordenadora do projeto Lab. Maní), Sanae Mattos (Capim Santo) e Claudia Muniz (Instituto Capim Santo), além da participação remota da chef Morena Leite (Capim Santo). A comissão de seleção foi formada por João Lima (articulador de Gastronomia do Governo do Estado), Sandro Gouveia (Diretor do Instituto de Arte e Cultura da UFC e criador do curso de Gastronomia da UFC), Eveline Fonteles (professora e pesquisadora em hospitalidade e cultura alimentar), Aldeniza Girão (consultora do Senac), Neiva Terceiro e Nádia Guilherme (antropóloga e pesquisadora de cultura alimentar).

 Já em fase de conclusão desta primeira edição dos Laboratórios, a Escola de Gastronomia Social realizou, entre os dias 14 e 18 de janeiro de 2019, um ciclo formativo gratuito e aberto ao público, com mesas redondas, workshop e aula-show. Além dos pesquisadores e mentores, a programação contou ainda com a participação de Danilo Montanha (Bom Samaritano, Moçambique), Neide Rigo (autora do livro Mesa Farta no Semiárido), Joyce Galvão (Autora A Química dos Bolos) e Teresa Corção (O Navegador).

Comentários

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui