Um café: três métodos

Durante lançamento do microlote Edição Mantiqueira de Minas – Fazenda Granja São Francisco, o chef Rodrigo Viriato e o barista Clenilson Feirreira apresentaram três métodos de preparo

Você já deve saber que a experiência com café pode ir muito além daquele coado em casa ou do espresso, né? Para marcar o lançamento do segundo microlote trazido a Fortaleza, com exclusividade, pelo Café Viriato, a casa montou um mini-workshop de preparos.

Para abrir o workshop, uma degustação fundamental é provar ao mesmo tempo um café especial e um “tradicional”, aqueles mais comuns no supermercado. As diferenças de sabor e aromas são gritantes e, como acontece com outras bebidas, é um caminho sem volta depois que você conhece um café de qualidade.

Na sequência, preparamos o mesmo café em três métodos diferentes de coado, recebendo dicas preciosas para preparar em casa.

Foto: Izakeline Ribeiro
  • Dica 1: A proporção sugerida pelo barista Clenilson foi 10g de café para 120ml de água.
  • Dica 2: Nos métodos que usam filtro de papel é importante molhar com água quente antes de colocar o pó para facilitar a absorção.
  • Dica 3: Outra dica interessante é fazer uma pré-infusão do pó com um pouco de água quente (30ml) e somente depois completar o restante da água.

Chemex: O filtro de papel é mais grosso e dobrado em forma de cone. Depois de encaixado na garrafa e aberto, ele forma uma parede tripla em um dos lados. O resultado é um café mais leve e sem qualquer tipo de resíduo. Foi criada em 1941, nos Estados Unidos, por um químico alemão. Já teve até Chemex na série Friends. Olha só!

Prensa Francesa/FrenchPress: Registros históricos apontam o surgimento do produto em cozinhas francesas em meados de 1850, mas foi registrado por Attilio Calimani, um designer italiano, em 1929. Esse método permite a fusão mais densa entre a água e o café moído e permite que os óleos e sedimentos naturais cheguem até à sua xícara. O filtro de metal (tela bem fina) não absorve o óleo; além de garantir um toque de sofisticação no momento sagrado do cafezinho.

Clever: Considerado um sistema inteligente, o método conta com uma espécie de tampa no fundo, o que permite o controle da água e do tempo de contato entre ela e o café. Ele é feito de silicone e veda totalmente a saída de líquidos quando está fechado. A vantagem é poder colocar a quantidade de água desejada e deixá-la no pó pelo tempo que desejar ou que a moagem pedir.

Você pode aproveitar os melhores cafés na rua. Diferentes métodos de preparo de café estão disponíveis em algumas cafeterias de Fortaleza. Basta escolher seu café, seu método preferido e ser feliz.

Comentários

Comentários

Latest articles

Related articles

spot_img